Canal CorrepraFoto.com.br

Loading...

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

DESTAQUE CORREPRAFOTO Sérgio Galvão

 1 ANO DE CORRIDA DE RUA NA 5ª EDIÇÃO GRAN CURSOS 2011






Desta vez o destaque correprafoto é um
campinense de 45 anos, 
mas que já virou Brasiliense pois veio pra cá com apenas 6 anos de idade, exatamente no dia 04.10.1972.

O nome dele é
SÉRGIO GALVÃO  D. TORREÃO BRAZ.
Corrida de Sobradinho 2011

DA PARAÍBA PARA BRASÍLIA
Seu pai era médico e passou em um concurso para a Fundação Hospitalar do DF, vieram para Brasília, pais, irmão mais velho e o próprio. Tudo era novidade para uma criança do interior da Paraíba. Até hoje guarda muitas e boas lembranças daquela época. Gustavo, seu irmão caçula, nasceu em 1976 aqui em Brasília. 

Em Brasília cresceu, estudou (sempre no Marista) e se formou em Administração de Empresas na UnB, em 1988. Morou em Recife e Ribeirão Preto, mas, “lugar como Brasília não existe”, voltou e daqui não sai mais.

FAMÍLIA
Casado, pai presente e orgulhoso de Bruno (4 anos) e Rafael (3 anos), Sérgio é Católico: “converso muito com Deus, principalmente à noite, antes de dormir”.
Tem o privilégio de ter pais vivos. Seu pai é médico aposentado, sua mãe também aposentada foi professora, seu irmão mais velho seguiu a profissão do pai e o caçula, brasiliense da gema, é cineasta da nova geração de Brasília.
TEMPOS MODERNOS!


                                                                     TRABALHO
                                            Quanto ao trabalho, executou serviços na área
                                                       privada, desde venda de computadores,
                                                                        passando por emissoras de rádio, turismo,
 e hoje é funcionário da Caixa Econômica Federal. Trabalha 8 horaspor dia: “Sempre correndo contra o tempo (sem trocadilhos), para levar e buscar os meninos na escola, cumprir a jornada de trabalho e aproveitar o máximo de tempo com eles, no final do dia”.
DÁ PRA PRA VER QUE ESTE É CORREDOR INDO E VINDO NÃO É GENTE!


ESPORTES
Quando pequeno, gostava de jogar futebol: “Sempre fui uma criança ativa. Sou do tempo em que jogávamos bola nos gramados da SQS 211, onde morei grande parte da minha vida em Brasília”. Quando visita sua mãe dá aquela saudade do gramado no centro da quadra.
Sua história com esporte sempre foi amigável: no tênis jogava com  amigos na UnB. Ficou em 16º lugar no Jogos Internos daquela universidade, em 1988, num total de 60 participantes, orgulho pra ele.

Corrida de Brazlândia 2011

SAÚDE, CAMINHADA E CORRIDAS
 Mas, depois que o trabalho começou de fato, deixou o esporte de lado e virou sedentário. Trabalhava na Soletur, quando o Homem lá em cima deu o primeiro sinal em 2000 (quando quase infartou durante o sono... faz checkup’s anuais. Em 2009, seu  cardiologista o colocou na parede, confirmou que sua saúde estava boa, mas, perguntou: “E aí, como vão ficar seus filhos?”. A princípio, ele não tinha entendido a mensagem. Mas, não demorou para a ficha cair: “Ele quis dizer que, apesar da boa saúde, eu fazia parte de um grupo de pessoas que corriam sério risco de infarto, pelo simples fato de não fazer atividades físicas”.
 Então, pensando no bem-estar dos filhos, resolveu “sair do sofá”. Na mesma época, seu chefe, João Batista, que estava nas suas primeiras corridas de rua, contava com detalhes as suas batalhas para completar as provas. Prestando atenção às prosas do amigo, especialmente porque o  chefe tem 6 pinos nas costas. Ele pensava: “Poxa, ele tem seis pinos nas costas e está correndo. Eu tenho uma boa saúde e estou  aqui deitado nesse sofá? Está tudo errado!”.


Corrida da PRF 2011

1ª CORRIDA DE RUA
Então, em dezembro  de 2009, começou  a caminhar. Só caminhada, e mesmo assim, estava duro. As pernas pareciam não ter elasticidade. Com tempo escolheu a dedo a primeira corrida de rua. Seria em 14 de  março de 2010: a Gran Cursos. Então, tinha tempo para se preparar. No começo foi difícil fazer as pernas trabalharem. Mas, com o passar dos dias e dos treinamentos, difícil foi parar de correr!

Participou da Gran Cursos 2010 nos 5 km. Conseguiu completar todo o percurso sem parar em 32 minutos. Ficou empolgado e falou para o chefe “É daqui para a São Silvestre!”. E no final da tarde de 31 de dezembro de 2010, lá estava ele completando a Corrida de São Silvestre. Pura adrenalina! 

Corrida Gran Cursos 2010


                                                     


EMOÇÃO NA SÃO SILVESTRE 
Sua melhor corrida foi a São Silvestre 2010, foi um objetivo traçado desde as primeiras caminhadas. 


Sérgio na São Silvestre 2010
Tem outros planos de corridas para 2011 e 2012. Está se preparando. O mais legal de tudo isso é que Bruno seu filho, o mais velho, está seguindo os caminhos do pai. Já  participou da sua primeira corrida, patrocinada pelo Instituto Ronald McDonald, em abril de 2011.  João Batista (na ocasião chefe, mas grande amigo) foi o fotógrafo contratado, ele registrou todos os momentos da corrida.


EMOÇÃO NA GRAN CURSOS
Saudosista com a corrida Gran Cursos é saudosista, sente dever cumprido,  agradecido ao  médico que também  é corredor de rua. Foi um paciente aplicado, seguiu seus conselhos. Sérgio estava chateado porque não tinha notícias da corrida versão 2011, já que a de 2010 foi em março, mas a surpresa foi boa quando soube das inscrições e vejam: foi um dos primeiros inscritos, afinal marcou a sua primeira participação oficial nas corridas de rua.


ATÉ XADREZ!
Tantas coisas boas, experiências adquiridas, vibrações... Segundo seu médico, a melhor atividade física é aquela te faz se sentir bem com você mesmo, podendo ser até o xadrez, mas, desde que sua cabeça esteja em harmonia com o seu corpo, tudo é válido. E foi isso que encontrou  nas corridas de rua. Correr ao ar livre, correr com  amigos, ser um exemplo para os filhos, que adoram receber as medalhas de participação do pai.

DICAS
De dica deixa a cautela, quando se começa alguma atividade: “E, para evitar esta empolgação exagerada, que pode levar qualquer um de nós a uma contusão, eu sempre digo que, nessas corridas, o meu maior rival sou eu mesmo, pois estou sempre querendo melhorar meu tempo. Então, deixe o tempo rolar. Curta a corrida sem exageros. Outra dica: procure malhar, para fortalecer a sua musculatura”.

Com a ajuda do professor de educação física, e indicação do médico, ele corre 4 vezes na semana e malha 3.  Ou seja malha nas segundas, quartas e sextas. Corre nas terças, quintas, sábados e domingo: "o dia da corrida". 

Corrida 8ª Volta ao Lago Caixa

Sérgio você é um corredor CorrepraFoto!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário